Posts arquivados em Tag: viagem

31 maio, 2017

Escolha um assento e aproveite a viagem

Em algum momento você já parou para pensar onde está?

Não só fisicamente, mas… qual é o caminho que sua vida está lhe fazendo caminhar? Você gosta de onde está? Sente-se realizada ou falta alguma coisa?

Olhe para trás para aprender com seus erros e crescer, porém não se prenda ao passado. Veja bem de onde você partiu e onde está agora. Pense em sua vida como um longo voo.

Às vezes você sente um frio sem igual no estômago. Às vezes você pode demorar a chegar ao seu destino porque o caminho é cheio de escalas. Às vezes você tem que trocar de aeronave às pressas. Às vezes seu bilhete pode dar algum problema e você vai precisar voltar. Às vezes as turbulências são tão fortes que você precisa se recompor e tomar um remédio para a enxaqueca que acabou de ganhar. Mas outras vezes nem parece que você está a zilhões de metros da terra firme, de tão tranquila que você se sente. O jantar está bom. Você consegue inclinar o assento o suficiente para que fique confortável. A luz de leitura está perfeita para recostar o corpo e simplesmente ler. E você finalmente consegue acalmar seu coração e descansar.

Você já está há 10, 15, 20 anos voando por aí, mudando e mudando e mudando seu trajeto a todo momento, porque a vida é assim! Nada acontece por acaso, é claro, porém nós não sabemos o que ela tem nos reservado. Não temos como adivinhar como será o próximo pouso ou a próxima turbulência. Mas veja só onde você está hoje. Analise tudo o que você já teve de passar e, ainda assim, está aí, forte o suficiente para aguentar tudo da melhor forma e chegar aqui.

Que a vida é uma caixinha de surpresas você já está cansada de saber, mas que ela poderia lhe render tantas histórias boas… ahhh, isso eu tenho certeza de que você duvidava. Ou pelo menos chegou a duvidar um dia. Hoje você está aí lendo este texto. Amanhã você pode (e deve!) estar em outro lugar nesse nosso grande mundo.

Respira. Conta até 10. A viagem ainda está longe de terminar. Mas, ei! Não é para ficar ansiosa para o fim. Lembre-se sempre de que o mais importante não é o destino, e sim a jornada. Então escolha um assento e aproveite a viagem. Aproveite a vida!

* Fotos da minha primeira viagem internacional. Argentina, 2014.

19 jan, 2017

5 destinos para você curtir o Carnaval

Um dos feriados que a galera mais gosta é o Carnaval, pois são quase cinco dias longe do trabalho e das preocupações. Se seu negócio é folia e diversão, separei 5 destinos para você escolher onde passar o feriadão! ;)

Bueno Brandão – Minas Gerais

Os Caminhantes/Reprodução

A 170km de distância da cidade de São Paulo, Bueno Brandão é uma das rotas mais escolhidas no estado de Minas Gerais por seu famigerado carnaval de rua, mas nem sempre foi assim. Até meados dos anos 1990, a cidade mantinha a tradição de comemorar o carnaval em salão, junto a escolas de samba e blocos selecionados. Bem como dona de diversas cachoeiras, Bueno Brandão é também conhecida por atividades radicais ao ar livre, como trekking, tirolesa, canyoning e afins.

Para saber mais, visite o site oficial da cidade.

Recife – Pernambuco

Central PE/Reprodução

A capital do Pernambuco é conhecida por seus espetáculos de frevo, a cidade conta com seu famoso carnaval de rua, com ritmos como o maracatu, o forró, a ciranda e o coco de roda. Além disso, Recife é dona do maior bloco de carnaval do mundo, pelo Guiness Book, o Galo da Madrugada, que há 36 anos agita a cidade com a famosa cantoria “Ei, pessoal! Vem moçada! Carnaval começa no Galo da Madrugada!”.

Para saber mais, visite o site oficial do evento.

São Luiz do Paraitinga – São Paulo

Site oficial São Luiz do Paraitinga/Reprodução

A 175 km de distância da capital, mesmo dentro do estado de São Paulo, São Luiz do Paraitinga tem como tradição as marchinhas de carnaval e é destaque na imprensa do mundo todo. Em todos os dias de carnaval, a festança é representada pelos famosos blocos, com suas respectivas fantasias e marchinhas. Porém o carnaval foi proibido por muito tempo na cidade, depois da chegada do Monsenhor Ignácio Gióia, em 1916, por acusações de que festas do tipo eram “profanas”. Somente em 1982 a comemoração voltou a ser o que era antes, tornando-se cada vez vez melhor dia ano após ano.

Para saber mais, visite o site oficial da cidade.

 

Manaus – Amazonas

Cultura Amazônica/Reprodução

Antes da Primeira Guerra Mundial, a comemoração na capital do Amazonas era de puro glamour e exclusiva para a alta sociedade. Depois do período, as classes mais pobres criaram sua própria festa: o carnaval “sujo” de rua, no qual os bloquinhos ficaram famosos e, anos depois, foram os precursores das escolas de samba e dos desfiles nas ruas e em locais fechados. Também célebre é o Carnaboi, festa que mistura as tradições indígenas com a festa tradicional, tal como o Boi-Bumbá, famoso até para quem não é muito ligado nos eventos.

Para saber mais, visite o site do Confira Mais

Florianópolis – Santa Catarina

Fabulosos Destinos/Reprodução

O carnaval na ilha charmosa de Santa Catarina começou a ser comemorado no início do século XX, em grupos de festa de ex-escravos. Com o passar do tempo, esses grupos deram origem às escolas de samba mais tradicionais da cidade, tais como a Protegidos da Princesa e a Consulado do Samba. Hoje, além da festa habitual, também Floripa também abriga comemorações de rua, com pessoas fantasiadas, frevo, marchinhas e muito axé.

Quer saber mais? Visite o site do Confira Mais

Continue lendo

03 jan, 2017

Wishlist de ano novo!

Um feliz ano novo para você, para mim e para nós! Que 2017 seja um ano repleto de bênçãos, realizações e muuuuito amor de todos aqueles que estão à sua volta!

Para começar o ano com o pé direito, nada melhor que uma lista de desejos (com muita viagem envolvida), né?

  1. Ar-condicionado portátil, da Olimpia Splendid — Anda fazendo um calor absurdo aqui em São Paulo, digno de dormir com uma rocha de gelo pendurada no pescoço, então estou precisando muito de um ar-condicionado. Como não fico em um só cômodo (durante o dia, escritório; à noite, quarto), um portátil é o ideal!
  2. Kit Mini Carimbos Delicadezas, da Veio na Mala – Estou atrás de carimbos fofos para usar ao customizar presentes e cadernos há um tempo. Esses, mini, da Veio na Mala são perfeitos  baratos e uma gracinha.
  3. Barbante Twine Cotton, da Veio na Mala — Depois de passar o Natal todo atrás de barbante bicolor para fechar os presentes, desisti e usei o barbante comum que já tinha em casa, mas esse vermelho e branco ainda está na minha lista para presentes futuros!
  4. Alto-falante bluetooth a prova d’água — Escutar música é algo que me inspira muito, em todos os momentos da minha vida, então esse alto-falante bluetooth e a prova d’água é a melhor pedida para mim, que vivo cantando no chuveiro! Esse aqui vem com ventosas, sendo assim possível grudar no box do banheiro ou no espelho, e reproduz um som de ótima qualidade.
  5. Toalha microfibra, da Nabaiji — Ok, já que 2017 é o ano das viagens, você vai ver mais itens relacionados pelas wishlists aqui do blog. Essa toalha de microfibra é uma ótima pedida, pois as toalhas de hotéis ou hostels podem ser meio nojentas às vezes (virginiana!). Nada melhor que levar uma de casa, não é mesmo? Além de ela absorver a água muito rápido, ela seca na mesma velocidade, tornando nossa vida muito mais fácil.

  1. Balança digital portátil, da Domani — Esse item aqui é essencial para quem não quer ter que pagar por excesso de bagagem nos aeroportos da vida. Algumas companhias aéreas permitem o despacho de até duas malas de 32kg cada e uma mala de mão de até 5kg, em viagens internacionais. Por isso, precisamos ficar atentos às normas e não extrapolar na hora de trazer mimos para a família e os amigos. Tendo uma balança como essa, é só colocar a alça da mala no gancho acoplado, segurar pela alça da balança e torcer para que tenha menos que o limite permitido.
  2. Toalha para cabelo, da Nabaiji — Olha, uma vez comprei duas toalhas de microfibra para o cabelo, porque minha amiga que foi para Londres comigo tinha uma e eu achava sensacional. É horrível sair do banho com água escorrendo pelo corpo, principalmente quem tem cabelos mais compridos. Pois bem, a toalha era pequena e eu não percebi, então não consegui usar até hoje. :( Mas essa da Nabaiji parece ser interessante!
  3. Adaptador universal, da Newlink — Você acredita que meu adaptador-Transformer universal que comprei no aeroporto em 2014 parou de funcionar? :( Ele já me acompanhou em tantos lugares diferentes, mas infelizmente quebrou. Pensando nisso, coloquei esse maravilhoso da Newlink na lista, já que é desesperador encontrar tomadas, mas seu plug não encaixar. Estou mentindo?
  4. Touca de banho, da TokStok — Essa touquinha de banho da TokStok é um dos meus sonhos de consumo há anos, mas sabe quando você acaba esquecendo e compra outras coisas no lugar e vai deixando para depois e nunca mais lembra quando está dentro da loja? Pois é! Ela é super resistente e reforçada, garantindo, assim, que os cabelos fiquem sequinhos enquanto você toma banho. Também tem uma ventosa, o que significa que você pode pendurar em superfícies de vidro e garantir que ela esteja sempre à mão.
  5. Mala de bordo, da Benetton — A mala de viagem (roxa <3) que comprei aqui no Brasil é meu xodó e de uma linha limitada assinada pela Shakira. Na boa, eu adoro! Tem cadeado TSA vinculado à ela (ou seja, você nunca o perderá), é feita de policarbonato, as rodinhas são 360° e tem bolsos internos incríveis. Infelizmente, a linha já está esgotada, mas essa que está na wishlist é tão boa quanto (e seu interior é verde-limão)!

Qual item você mais gostou? Conta aqui nos comentários!

04 jul, 2016

Playlist da vez: London, baby!

Vocês já sabem que em 2015 realizei um dos meus maiores sonhos: visitar a Inglaterra.

Antes mesmo de viajar, sabia que boa parte do tempo, pelo menos 80% dele, passaria na capital, Londres, então obriguei-me a criar uma playlist para embalar meus passos pela capital charmosa e repleta de diversidade.

A playlist da vez, intitulada London, baby!, é exatamente o que escutei enquanto estava lá, andando de metrô, ônibus, viajando da capital até Oxford, ou até de barco.

É possível notar que nem todas as músicas incluí até o dia do embarque, ou no meio da viagem, mas também de lá para cá incluo algumas que me lembram a estadia maravilhosa que tive; cada passo, cada suspiro, cada lágrima por estar longe de casa ou por ter que voltar.

Bônus: a música que ilustra meu trajeto de Wiltshire a Oxford.

Espero que gostem! ❤

25 mar, 2016

Imigração, traslado, hospedagem, Tesco e “chip” de celular, em Londres

Olá, meus lindos e minhas lindas! Demorei, mas cheguei com mais um post sobre Londres. Nem venham reclamar! Posto sim e, se reclamarem, posto de novo! (Risos)

Baseando-me nas dúvidas que a maioria das pessoas tem quando vai viajar para fora, principalmente Londres, e me pergunta, reuni aqui algumas informações dos meus primeiros dias por lá. Peguem a pipoca e o suquinho, pois o post é bem completo.

Parlamento

Imigração

Graças a Deussssss nossa imigração foi muito tranquila, em comparação aos relatos que li pelas interwebs. O negócio é você juntar os documentos necessários numa pastinha – como Samanta e eu explicamos neste post aqui – e entregar tudo ao agente de imigração assim que ele disser “Good morning” ou “Hello”. Ah! Há uma ordem importante para entregar: passaporte e landing card primeiro, depois, conforme ele for perguntando (De onde você vem? Para onde você vai? Onde ficará hospedado? Tem emprego no Brasil? Quanto você trouxe de dinheiro? Já viajou para outros lugares?), você vai entregando o restante.

Contrariando o que me disseram e o que passei em Buenos Aires, o agente era fofo e super paciente com a turista de segunda viagem que vos fala. Ele fazia as perguntas detalhadas e de forma pausada, sem esquecer do “Você é muito organizada! Queria que todos fossem como você”.

Recebendo meu segundo país no passaporte, foi só alegria. Inclusive, encontrei uma moeda de um cent de dólar assim que passei das cabines! A viagem seria ou não seria ótima?

Carimbos Argentina e Inglaterra

Carimbos Argentina e Inglaterra

Acesso ao metrô do aeroporto de Heathrow (LHR)

Esta informação está corretíssima: há metrô dentro do aeroporto. Só quando voltei ao aeroporto que percebi a simplicidade que seria para me locomover ao hotel. A linha que passa pela estação é a mesma que passa onde fiquei hospedada — Piccadilly. O aeroporto fica na região 6, enquanto o hotel fica na 1, encarecendo, assim, a passagem. Porém pensa na facilidade que é pegar o metrô, sentado (mesmo com bagagem) e ir sentadinho até chegar ao hotel. Continue lendo