5 motivos para assistir Wicked

17.08.2016

Recentemente ganhei ingressos para assistir Wicked, que está em cartaz aqui em São Paulo. Já não é novidade, para quem acompanha o blog, que é meu musical favorito. Inclusive já falei sobre algumas vezes, além de contar um pouco sobre minha ida ao Apollo Victoria Theatre, em Londres.

Como a temporada na minha capital da garoa foi estendida, resolvi listar alguns motivos para assistir!

Traz discussões sobre preconceito

Elphaba, a bruxa má do Oeste, não nasceu malvada. A vida que foi ingrata com ela, que a fez nascer verde e sofrer bullying por causa da cor de sua pele; Glinda, a bruxa boa do Sul, é taxada como burra por ser loira, por se preocupar muito com a aparência (também provoca a Elphaba, criando vários apelidinhos maldosos) e por gostar de ser popular; Nessarose, irmã de Elphaba, é cadeirante e sofre por achar que toda a atenção sempre é voltada para a irmã; Já Fiyero, por ser o típico galã da história, muitas vezes é visto como uma pessoa fútil e superficial, que não pensa nas consequências de suas atitudes. Mas procurando o compreender melhor, entendemos que ele é mais um que tem medo de sofrer; Pessoas como nós, que, em algum momento da vida, passamos por algo do tipo.

É um musical premiado

Em 2004, a produção original da Broadway ganhou 6 das 14 nomeações para o Tony Awards, incluindo o de Melhor Atriz, e 11 para o Drama Desk Awards. Os papeis de Elphaba e Glinda ainda eram interpretados por Idina Menzel e Kristin Chenoweth, respectivamente. No Brasil, está concorrendo ao Prêmio Bibi Ferreira, nas categorias Melhor Musical, Melhor Atriz (Myra Ruiz e Fabi Bang) e Melhor Versão.

Está em cartaz pelo mundo todo

Ou em alguma parte dele. Além de Nova York, Londres também tem moradia fixa. E, assim como o Brasil, 13 países também receberam apresentações por temporada, em mais de 100 cidades diferentes, incluindo em Sapporo, no Japão, onde está desde maio de 2016.

É adaptação de livro

Baseado no livro de Gregory Mcguire, “Wicked: The Life and Times of the Wicked Witch of the West” (1995), da saga “The Wicked Years”, que também foi inspirado na obra clássica literária de L. Frank Baum, “O Mágico de Oz” (1900).

Tem estrelas da cena musical brasileira no elenco

Myra Ruiz (Nine, Um Musical Feliniano; Mamma Mia!; Fame) faz o papel de Elphaba; Fabi Bang (A Família Addams; Priscilla, a Rainha do Deserto; Cabaret; Evita; Cats) dá vida à Glinda; Jonatas Faro (Chiquititas; Dança dos Famosos 6; Hairspray) nos traz Fiyero; e César Mello (Hair; O Rei Leão; Mudança de Hábito) interpreta Doutor Dillamond.

 Se interessou? Então bora assistir?

musical-wicked-br-2016-1 musical-wicked-br-2016-2 musical-wicked-br-2016-3

Divulgação/Time for Fun


Compra de ingressos

Algumas quartas-feiras são abertas para a sessão Popular!, ou seja, têm valor mais em conta, e todos os setores são o mesmo preço. Não é possível saber com muita antecedência, geralmente o aviso é postado no site na semana do evento, então sugiro ficar de olho aqui! (Nota: os ingressos da sessão Popular! são vendidos somente na bilheteria do teatro.)

As vendas normais são feitas através do site da Tickets for Fun e nos pontos de venda.

Os ingressos estão à venda para sessões de quinta e sexta, às 21h; sábado, às 16h e 21h; e domingo, às 15h e 20h, até 18 de dezembro.

Como chegar

Está em cartaz no Teatro Renault fica na rua Brigadeiro Luiz Antônio, 411, na República, em São Paulo.


E você, já viu Wicked? Diga aqui nos comentários o que achou para batermos um papinho!


Siga nas redes sociais:

Palavras chave: ,

Francine C. SilvaFrancine C. Silva

gosta de compartilhar amor, de trazer alegria e de dar abraços, se você precisar de um. É uma publicitária sonhadora, que transformou seu hobbie em profissão e hoje trabalha com o que mais gosta: escrever. Sempre carrega um bloco de notas e uma caneta na bolsa, vive organizando suas estantes de livros, tem um cachorro chamado Chuck Berry e é fã de musicais.



Deixe o seu comentário

3 Respostas para "5 motivos para assistir Wicked"

Cinthya Barros - 01, setembro 2016 às (12:39)

Tipo quero, nossa eu sou A-P-A-I-X-O-N-A-D-A por Mágico de Oz, deve ter sido incríve, meu deus fui ver isso dos ingressos da sessão popular de quarta meu Deus mto barato, estou de olho!

Beijos

Responder


Francine C. Silva Francine C. Silva
setembro 13th, 2016 em 9:48 am
respondeu:

É realmente incrível, Ci! Me fala quando for, que podemos nos encontrar por lá. ;)

Beijos!

Responder

Outtamind – Cultura geek, moda, lifestyle, viagens, literatura e muito chá » Eu fui: Desafiando a Amizade - 09, maio 2017 às (22:55)

[…] de quase cinco meses do fim da montagem brasileira de Wicked, Myra Ruiz (Elphaba, a bruxa má do Oeste) e Fabi Bang (Glinda, a bruxa boa do Sul) se juntaram ao […]