Testei: Kit desamarelador, da Garnier Nutrisse

11.10.2017

Desde minha adolescência, gosto de cabelos loiros nas pontas. Naquela época, chamávamos de “californianas”, que por sua essência eram aquelas mechas que pareciam ter sido “queimadas” por conta da água do mar e do sol e do calor intensos, num loiro bem marcado.

Hoje temos algo parecido, o “ombré hair”, que é o mesmo tipo de descoloração e coloração, só que dando um efeito degradê; do mais escuro ao mais claro, dependendo da raiz. Nesse caso, os tons são muito mais definidos que as californianas eram, mais voltados para o platinado loiro, cinza, lilás e até mesmo bronze.

Há alguns meses, resolvi voltar a usar meu cabelo com as pontas loiras, mas queria muito que o ombré chegasse ao tom cinza. Obviamente isso não foi possível, já que, pela quantidade de melanina que meu organismo produz, eu levaria cinco ou seis sessões para atingir o que queria, além de nutrir, hidratar e restaurar e muito meu cabelo entre elas. Mesmo usando máscaras e cremes para tentar platinar o coitado, não tem jeito – com o passar do tempo, todo cabelo descolorido vai ficar amarelo. Uns ficam mais, outros ficam menos, dependendo da quantidade de melanina que seu organismo produz. O meu sempre ficou péssimo, com aspecto de mal cuidado, esquecido e… amarelo. Então eu me cansava e tingia de castanho claro de novo (que é a cor da minha raiz).

Depois de conversar muito com a minha cabeleireira, chegamos à conclusão de que era preciso usar um tonalizante no meu cabelo, para que ele voltasse pelo menos à cor do ombré que fiz, já que seria preciso sempre descolorir, tonalizar, nutrir, hidratar e restaurar, e repetir o ciclo, pelo menos a cada 15 dias.

Passeando pelo supermercado com a minha irmã outro dia, já em mente que queria um tonalizante bom, encontrei em uma das prateleiras esse DIY Kit Desamarelador, da Garnier Nutrisse. Na embalagem, a promessa era que ia sair do amarelo quase água-de-salsicha para o loiro. É claro que sabemos que um tonalizante desses não abre o loiro, por conta do volume de água oxigenada que é usada – nesse caso, 10.

Incluso na caixinha:

  • Solução reveladora – Lembrando que a água oxigenada serve só para abrir o loiro que já estava.
  • Máscara colorante – Essa máscara que, juntamente à água oxigenada, irá colorir o cabelo.
  • Tratamento pós-coloração – Que você aplica ao cabelo em até duas lavagens.
  • Bula e luvas descartáveis.

Abaixo está o antes (de camiseta vermelha) e o depois (de camiseta branca).

E aí, o que achou?


Siga nas redes sociais:


Francine C. SilvaFrancine C. Silva

gosta de compartilhar amor, de trazer alegria e de dar abraços, se você precisar de um. É uma publicitária sonhadora, que transformou seus hobbies em profissões e hoje trabalha com o que mais gosta: escrever e atuar. Sempre carrega um bloco de notas e uma caneta na bolsa, vive organizando suas estantes de livros, tem um cachorro chamado Chuck Berry e é fã de musicais.



Deixe o seu comentário