Resenha: “Quando tudo começou”, por Bruna Vieira e Lu Cafaggi

09.09.2016

Primeira resenha de quadrinhos aqui no blog! E, ainda por cima, de uma blogueira que eu admiro de paixão, a Bruna Vieira, e em parceria com a premiada ilustradora e quadrinista, a Lu Cafaggi.

Quando tudo começou: Bruna Vieira em quadrinhos
Autoras: Bruna Vieira e Lu Cafaggi
Editora: Nemo
Comprar: Físico | Digital

Sinopse:
Bruna tem uma lista secreta de sonhos que nunca contou para ninguém. Em uma cidade tão pequena que você provavelmente nunca ouviu falar, sua história começa. Nem tão alta, nem tão magra, nem tão divertida. Dizem que ela queria fazer as malas e explorar o mundo, mas antes disso vai precisar lidar com a timidez e enfrentar os primeiros dias na nova escola. Viajando com andorinhas e descobrindo as pontes que ligam a vida de uma garota comum aos seus sonhos, Bruna Vieira encontra o traço delicado da premiada ilustradora e quadrinista Lu Cafaggi, nos presenteando com a história de uma jovem que aprendeu a amar a vida e a si mesma antes de conhecer o mundo lá fora.

Bruna Vieira nasceu e cresceu em uma cidade pequena no interior de Minas Gerais, cheia de sonhos e ambições, porém também repleta de timidez e receios. Minha identificação com a Bruna começa aí, onde temos medo de ir atrás de nossos próprios sonhos, pensando serem bobos demais ou não sermos dignas de tamanha felicidade (como diz Amanda Palmer no livro “A arte de pedir”, escutamos muito a temida Patrulha da Fraude – aquela que diz que não merecemos o que temos, muito menos algo maior; a famosa “auto-sabotadora”).

Em “Quando tudo começou: Bruna Vieira em quadrinhos” podemos conferir como Bruna se sentiu em seus primeiros dias de aula; etapa de alta complexidade para adolescentes, porém vista de forma indiferente para adultos – como se nunca tivessem tido essa idade e esse tipo de pensamento. Apesar de ser curtinha (socorro, eu li em meia hora e quero mais!), a HQ retrata muito bem a cabeça de um adolescente em meio à uma crise de identidade e de realocação, no caso, numa escola nova.

A HQ é repleta de metáforas sobre os passos que tomamos, mostrados em atitudes corajosas, ainda mais para uma pessoa tímida e desacreditada de seus próprios sonhos. Bruna ainda explica o significado de suas andorinhas tatuadas no braço, de forma sutil: “vontade de começar tudo novamente em um lugar completamente novo”.

Acho que a maior lição que a HQ nos traz é que mudanças são necessárias na vida, mesmo que sejam difíceis e que cada pessoa tenha formas distintas de lidar com elas. Todo dia é um novo recomeço, um novo ciclo, então temos a chance de fazer melhor e cada vez mais original. Afinal, somos diferentes um dos outros, portanto sua participação no mundo também deve ser única.

Mais sobre a HQ

Não poderia deixar de falar sobre a talentosíssima ilustradora, a Lu Cafaggi. O estilo que a Lu utilizou na HQ é gostoso demais de se observar, como se tivessem sido feitos a giz de cera diretamente no livro – eu juro que senti o cheiro quando o peguei a primeira vez.

A Bruna fez um vídeo super fofo explicando um pouco mais sobre “Quando tudo começou”. Ninguém melhor para falar do próprio livro que a autora, não é mesmo? Confira:

Sobre as autoras

Bruna Vieira coleciona sonhos, histórias e viagens ao redor do mundo. Aos 22 anos, a mineira de Leopoldina, interior de Minas Gerais, divide seu tempo entre atualizar esse blog, ouvir música boa no último volume e escrever livros sobre as coisas que acredita. De batom vermelho e um sorriso no rosto a blogueira já recebeu cerca de 130 milhões de acessos desde que criou o espaço em 2008. Graças a escrita superou desilusões amorosas, venceu a timidez e se tornou colunista da Capricho.

Lu Cafaggi nasceu em 1988, em Belo Horizonte. Começou a publicar quadrinhos em 2010, em seu blog pessoal. No ano seguinte, lançou Mixtape, uma coletânea de minigibis que contam histórias sobre a nossa relação com a música. Em seguida, foi convidada a contar, junto ao irmão, Vitor Cafaggi, uma história original da Turma da Mônica, na Graphic MSP Laços. Em 2015, os irmãos publicaram o livro com a continuação dessa história, que recebeu o nome de Lições.

Nota: 5/5

O segundo volume da HQ, “O mundo de dentro”, foi lançado agora, na Bienal do Livro de SP (inclusive, ambas fizeram tardes de autógrafos!) e já está à venda na Amazon! [Nota: Aceito de presente!] Comprar: Amazon


Siga nas redes sociais:



Deixe o seu comentário

6 Respostas para "Resenha: “Quando tudo começou”, por Bruna Vieira e Lu Cafaggi"

Bárbara Nassar - 13, setembro 2016 às (17:56)

Eu tinha esquecido do lançamento do “o mundo de dentro” na bienal. Queria muito ler!!!!

Beijos, Love is Colorful

Responder


Francine C. Silva
setembro 29th, 2016 em 9:04 am
respondeu:

Oi, Ba!
Vi o lançamento do lado de fora do estande porque estava na correria, mas vi que foi um sucesso!

Beijos,
Fran

Responder

VANESSA BRUNT - 16, setembro 2016 às (12:00)

Que análise mais linda! Fico encantada com as entrelinhas que a obra aborda, podendo servir de simbologias para diversos dos problemas que passamos, independente da faixa etária. O mais bacana é que as mensagens que são impulsionadas são sempre positivas e elevam releituras internas e forças para prosseguir. Adorei tanto!

http://www.semquases.com

Responder


Francine C. Silva
setembro 29th, 2016 em 9:39 am
respondeu:

Você vê, não é porque a HQ traz o universo de uma adolescente em crise que não é passível de um adulto se identificar com ela. Sabe, eu bato muito na tecla que obras infantojuvenis são para todos; elas sempre trazem ensinamentos para todas as idades.
Fico feliz que tenha gostado!

Beijos,
Fran

Responder

Cinthya de Barros - 18, setembro 2016 às (22:44)

Como você escreve resenha bem, essa resenha tudo di bom confesso não sabia nadica do livro sempre quis ter mas num sabia (empresta amiga hahahaha) leitura infelizmente de quadrinhos é muito rápida mesmo, agora a menina deve ser ótima nas ilustrações quero, ler esse mundos sonhos <3

Beijos da Cih | Nem Rock Nem Roll

Responder


Francine C. Silva
setembro 29th, 2016 em 9:41 am
respondeu:

Oi, Cih! Realmente é uma obra maravilhosa em que a Lu e a Bruna capricharam bastante. Se está precisando de um empurrãozinho para não desistir dos seus sonhos, recomendo muito que leia.

Beijos,
Fran

Responder