Posts arquivados em Tag: tipografia

10 ago, 2015

Inspiração: Fileteado de Buenos Aires

Quando fui à Buenos Aires, reparei que muros, lojas e até enfeites de casa para vender eram compostos por artes diferenciadas, que nunca vi aqui em São Paulo. Algum tempo depois de voltar de viagem, pesquisei pelas interwebs e descobri que tem um nome: Fileteado.

Havanna – Caminito

De acordo com a Wikipédia, fileteado é um estilo artístico típico da cidade de Buenos Aires, na Argentina, que é composto por linhas e ornamentos simétricos e com cores fortes.

Separei aqui algumas imagens para servir de inspiração!

outtamind.com

outtamind.com

outtamind.com

outtamind.com

Fileteado Porteño DSCN09102340252842_ca5ecc8dff_o

buenos-aires

manual

Fontes: Fileteado.comWikipedia

Espero que gostem! Digam aqui nos comentários o que acharam ou lá na página do Outtamind. ♥~

E não esqueçam de responder à pesquisa de público!

01 abr, 2015

David Smith e “Born and Raised”

*Recomendo a leitura do post com isso: Clica aqui e dá play!*

Não conheço muitos designers que não sejam apaixonados por tipografia – aliás, tenho uma amiga que estuda Design Gráfico na UAM e sua habilitação é em tipografia –, mas esse cara aqui… Esse cara está em outro nível…

westernmorningnews.co.uk

 

David Adrian Smith, ou só David Smith, é um designer tradicional de letreiros e placas, especializado em ornamentos artesanais e de alta qualidade, utilizando a técnica do vidro invertido com laminação prateada e dourada. Ele começou sua carreira em 1984, aos 16 anos, quando deixou a Westlands School, em Torquay, e se tornou aprendiz de Gordon Farr e dois associados, cujos eram designers e tipógrafos tradicionais e renomados. Desde então, Gordon sabia que David Smith se tornaria um incrível desenhista e pintor.

Rascunho de ampulheta para tatuagem feito para o brasileiro Paulinho Moreira. (davidadriansmith.com)

Rascunho de ampulheta para tatuagem feito para o brasileiro Paulinho Moreira. (davidadriansmith.com)

Assim que encontrei o trabalho de David no Behance, não pude deixar de reparar em seu perfeccionismo e minimalismo. Cada fragmento da capa do álbum Born and Raised, de John Mayer, foi feito a parte, como uma obra de arte individual.

behance.net/davesmithartist

behance.net/davesmithartist

behance.net/davesmithartist

 

Vejam o vídeo abaixo e apaixonem-se como eu:

Nele, ele conta como John Mayer chegou até sua arte, mostra sua técnica de vidro invertido, com laminação prateada e dourada, além de usar algum tipo de tinta para complementar, e mostra também a individualidade da composição das peças.

Born and Raised

Arte finalizada de “Born and Raised”. (Divulgação)

É de se chorar de tão bonito, não?