Posts arquivados em Tag: textos

12 jan, 2018

Um ano novo feliz

Estava aqui rodeando o editor de posts para escrever o primeiro deste ano, mas não queria que fosse algo comum ou um assunto que já estivesse na lista de pautas ou um novo vídeo no canal. Queria que fosse algo pessoal e que você pudesse sentir isso.

Sabe… o ano passado (2017, no caso) não foi um ano fácil. Pelo contrário, foi um ano muito, muito difícil em que nós tivemos que acordar e rezar diariamente para que todas as nossas aflições fossem embora nas primeiras horas do dia. Às vezes elas iam, mas na maioria das vezes não, o que só nos deixava ainda mais na fossa.

Quando eu digo “fossa” nem quero relacionar à famigerada fossa amorosa, afinal, nossa vida não é e nem pode ser resumida a isso. Estou falando da fossa da depressão, da ansiedade, da falta de compreensão, da falta de amigos.

Realmente foi um ano complexo, complicado, trabalhoso e eu não via a hora que ele acabasse. Apesar de não ter sido tão desastroso (para mim) como 2016 foi, não foi um ano nem um pouco fácil. Por meses, eu só desejava que dezembro chegasse logo para que as energias fossem renovadas o quanto antes.

E realmente foi o que aconteceu comigo. Assim que o relógio chegou à meia-noite, do dia 31/12 para o dia 01/01, senti um arrepio indescritível percorrer toda a minha pele. Eu estava no meio de uma festa de Ano Novo e, mesmo assim, chorei em silêncio ao observar todas aquelas cores explodindo e brilhando e se transformando no céu diante dos meus olhos. Acho que ninguém percebeu, mas também não me importaria se alguém me visse chorando. 2017 tinha acabado e 2018 estava dando seus primeiros passos, cheio de coisas novas batendo à porta.

Sei que não podemos criar expectativas (porque geralmente o tombo é maior), mas eu desejo, do fundo do meu coração, da minha alma e de tudo que há de melhor em mim, que você tenha um excelente ano. Trabalhe, viaje,  acredite, realize coisas, confie… tenha fé! Que 2018 será o melhor ano que você já viveu até agora. Coisas ruins e chatas sempre ocorrerão, não importa o que fizermos, mas pensa que, se você superou tudo de desagradável que te aconteceu até hoje, é porque você tem forças suficientes para passar por cima de qualquer coisa.

Sendo clichê: você tem mais de 300 novas oportunidades para fazer coisas que não conseguiu concretizar até agora. Como diz uma das minhas músicas favoritas desse mundo todo: “são 525.600 minutos e 525 mil momentos reais”. Você tem várias páginas em branco para cumprir suas promessas, metas e qualquer outra nomenclatura que utiliza.

Respira fundo, toma um chá, escuta uma música. Não esqueça de ser você, não importando a situação. Não há nada mais chato que gente falsa e fingida só para agradar os outros. Seja verdadeira, seja você mesma. Seja feliz!

E não esqueça também que coisas boas acontecem para pessoas de bem. É só você plantar que você vai colher. 🖤

O planner é da A.Craft.
*NÃO É PUBLIPOST

31 maio, 2017

Escolha um assento e aproveite a viagem

Em algum momento você já parou para pensar onde está?

Não só fisicamente, mas… qual é o caminho que sua vida está lhe fazendo caminhar? Você gosta de onde está? Sente-se realizada ou falta alguma coisa?

Olhe para trás para aprender com seus erros e crescer, porém não se prenda ao passado. Veja bem de onde você partiu e onde está agora. Pense em sua vida como um longo voo.

Às vezes você sente um frio sem igual no estômago. Às vezes você pode demorar a chegar ao seu destino porque o caminho é cheio de escalas. Às vezes você tem que trocar de aeronave às pressas. Às vezes seu bilhete pode dar algum problema e você vai precisar voltar. Às vezes as turbulências são tão fortes que você precisa se recompor e tomar um remédio para a enxaqueca que acabou de ganhar. Mas outras vezes nem parece que você está a zilhões de metros da terra firme, de tão tranquila que você se sente. O jantar está bom. Você consegue inclinar o assento o suficiente para que fique confortável. A luz de leitura está perfeita para recostar o corpo e simplesmente ler. E você finalmente consegue acalmar seu coração e descansar.

Você já está há 10, 15, 20 anos voando por aí, mudando e mudando e mudando seu trajeto a todo momento, porque a vida é assim! Nada acontece por acaso, é claro, porém nós não sabemos o que ela tem nos reservado. Não temos como adivinhar como será o próximo pouso ou a próxima turbulência. Mas veja só onde você está hoje. Analise tudo o que você já teve de passar e, ainda assim, está aí, forte o suficiente para aguentar tudo da melhor forma e chegar aqui.

Que a vida é uma caixinha de surpresas você já está cansada de saber, mas que ela poderia lhe render tantas histórias boas… ahhh, isso eu tenho certeza de que você duvidava. Ou pelo menos chegou a duvidar um dia. Hoje você está aí lendo este texto. Amanhã você pode (e deve!) estar em outro lugar nesse nosso grande mundo.

Respira. Conta até 10. A viagem ainda está longe de terminar. Mas, ei! Não é para ficar ansiosa para o fim. Lembre-se sempre de que o mais importante não é o destino, e sim a jornada. Então escolha um assento e aproveite a viagem. Aproveite a vida!

* Fotos da minha primeira viagem internacional. Argentina, 2014.