Posts marcados na categoria Playlist da vez

14 fev, 2016

Playlist da vez: Eye to the Telescope

KT-Tunstall

KT Tunstall é uma cantora, compositora e multi-instrumentista (diva, maravilhosa etc e tal) escocesa. No auge da minha pré-adolescência, conheci a divindade por conta de uma música, que vocês devem estar cansados de ouvir em filmes, séries, campanhas de moda varejo e afins: “Suddenly I See”.

O single conta com outro videoclipe também. Suddenly I See bateu records e recebeu prêmios e certificados de vendas.

Masss esta categoria não se trata de um single e sim de um álbum! A playlist da vez é um dos meus favoritos, que venho escutando muito mais desde o último domingo: Eye to the Telescope.

Eye to the Telescope foi lançado originalmente em 2004, pela Virgin Records e, aqui no Brasil, a EMI Music tomou conta do recado. Ele é pai dos singles Another Place to Fall, Other Side of the World, Suddenly I See, Black Horse and the Cherry Tree e, minha favorita, Under the Weather ♥ (apesar do ritmo da versão do clipe, e radio edit, ser acelerado).

review-KT-Tunstall

Um bônus para vocês: eu cortei meu cabelo e fiz luzes iguais às dela quando comecei a alisar o cabelo e resolvi ser rad. Minha mãe não me deixou raspar a lateral do cabelo, aliás, mas isso a gente supera e acha uma péssima ideia depois que a vontade passa — não acho bonito em mim, porém, nazamiga eu babo.

Outro bônus: como a conheci quando era adolescente, KT Tunstall foi uma das minhas principais influências à respeito de Reino Unido e correlatos. Sempre tive o sonho de visitar os países, principalmente a Escócia e a Inglaterra, ao som de KT no meu iPod. Na minha última viagem internacional, como vocês sabem, fui à Londres e visitei algumas cidades vizinhas. Na minha visita à Oxford, escutei, sim, no meu iPod, quase dormindo dentro do ônibus. ♥ E, no meu primeiro night out, que foi num pub próximo ao hotel, assim que botei o pé lá dentro, pude escutar Feel it All, que faz parte do último álbum da deeva, Invisible Empire // Crescent Moon… mas deixa isso para lá. É assunto para outro post!

Infelizmente, quando se é adolescente, você faz algumas escolhas muito, mas muito erradas, que reverberam durante sua vida adulta, quiçá forever. Em 2008, a rainha do folk pop escocês, nos fez uma visitinha aqui em São Paulo, no Via Funchal e eu, no auge dos meus 16 anos, fui comprar ingresso para assistir…

McFly

Ah, se arrependimento criasse banha…

McFly voltou ao Brasil mais três vezes e a diva…? Nada. Até hoje, nada. Ainda sonho (e muito!) com um show dela. Snif.

07 fev, 2016

Playlist da vez: How Big, How Blue, How Beautiful

Florence + the Machine é uma banda da inglesa de indie rock, comandada pela diva do carão, Florence Welch.

flore

A playlist da vez é o mais recente álbum, “How Big, How Blue, How Beautiful”, lançado em 2015 pela Island/Universal Music e que detém minha música favorita, What Kind of Man.

Os videoclipes do álbum são compostos de capítulos que completam uma odisseia. Vale assistir:

Capítulo 1: What Kind of Man
Capítulo 2: St. Jude
Capítulo 3: Ship to Wreck
Capítulos 4 e 5: Queen of Peace & Long and Lost

Coincidentemente, ou não, Florence e sua máquina estarão no Lollapalooza 2016, aqui em São Paulo. Bora?

31 jan, 2016

Playlist da vez: My head is an animal

Of Monsters and Men é a banda indie-folk da Islândia mais gostosinha de se escutar e eu — meio que — me viciei nessa semana… Ela é composta pelos islandeses Nanna Bryndís Hilmarsdóttir, Ragnar “Raggi” Þórhallsson, Brynjar Leifsson, Arnar Rósenkranz Hilmarsson e Kristján Páll Kristjánsson, e foi formada após um projeto solo da vocalista, chamado Songbird.

of-monsters-and-men

Divulgação: LollaBR

Os fofinhos postam fotos no Instagram bem no estilo que eu gosto (acho que é coisa desse povo da neve) e estão com um som novinho, novinho, do último álbum: Wolves without Teeth.

☁️☁️☁️

Uma foto publicada por Of Monsters and Men (@ofmonstersandmen) em

Massssss como tenho tendências a gostar de coisas velhas, a playlist da vez é o primeiro álbum, “My head is an animal”, lançado internacionalmente em 2012, pela Universal.

my-head-is-an-animal_of-monsters-and-men

O álbum conta com lyric videos incríveis para todas as músicas: Dirty Paws, King and Lionheart, Mountain Sound, Slow and Steady, From Finner, Little Talks, Six Weeks, Love Love Love, Your Bones, Sloom, LakehouseYellow Light e Numb Bears. O estilo predominante nos vídeos traduz muito o que o indie quer passar — e nos dá uma super-inspiração na criação de capas de livros de fantasia e até mesmo na produção de contos.

Por sorte banda se apresenta no Lollapalooza Brasil 2016 — após terem vindo no Lolla de 2013 –, sábado, dia 12 de março, mesma data de Eminem, Die Antwood e Mumford & Sons. Eles também estarão no Rio de Janeiro, no Circo Voador, no dia seguinte.

I don’t like walking around this old and empty house… So hold my hand, I’ll walk with you, my dear.

29 nov, 2015

Playlist da vez: Wicked

Disclaimer: Não estive bem nos últimos tempos – por isso a falta de posts, de criatividade e de ânimo. Ocupei minha mente com coisas ruins para mim, mas nada como um colinho de quem nos faz bem para curar toda essa ressaca psicológica. Estou de volta! E espero que seja por muito tempo.

No one mourns the Wicked!

Gente, faz, pelo menos, dois meses que estou enrolando, enrolando (por uma boa causa, é claro) para escrever este post, MAS citando outro musical que tem meu amor (e muito), no day but today! (Rent)

Depois de dois teasers da Times for Fun, foi finalmente feito o anúncio oficial do musical, aqui em São Paulo, no Teatro Renault, mesmo local que tivemos O Rei Leão e Mudança de Hábito.

 

Esqueça tudo que você sabe sobre Oz e prepare-se para descobrir WICKED!! O musical que já conquistou 48 milhões de…

Posted by T4F Musicais on Friday, 13 November 2015

 

 


Wicked: the untold story of the witches of Oz é um musical de 2003 baseado no romance de Gregory Maguire “Wicked: The Life and Times of the Wicked Witch of the West” (1995), que, por sua vez, é uma releitura do que teria acontecido antes de Dorothy chegar à Oz, em O Mágico de Oz (filme de 1939). As personagens centrais são a Bruxa Má do Oeste – aqui sendo a nossa querida Elphaba – e a Bruxa Boa do Sul – Galinda, com Ah!

A composição de Stephen Schwartz já esteve em dez países diferentes e a partir do dia 4 de março teremos o imenso prazer de tê-lo oficialmente no Brasil!

wicked_uk_ireland_tour_photo_by_matt_crockett_5225_web_01

Quando estive em Londres, tive o prazer de assistir ao espetáculo no Apollo Victoria Theatre, mas, ah!, isso é assunto para outro post. Quero contar detalhes!

wicked-br

A pré-venda para clientes Bradesco começam terça-feira (01/12) e vão até o dia 20. Para já clientes da Tickets for Fun começam no dia 21/12 (segunda-feira) e vão até dia 10/01/16. Já para o público geral, as vendas iniciam dia 11/01.

Come with me, think of what we could do… together!

04 out, 2015

Playlist da vez: Your love never fails

Oi, gente! Sim, eu sei. Eu sumi. Como disse no post anterior, estive em Londres por algumas semanas e tenho tanta coisa para contar a vocês! Mas, antes de qualquer coisa, deixe-me apresentar a playlist da vez.

jesus-culture

Jesus Culture é um ministério de louvor e adoração cristão norte-americano, de Sacramento, Califórnia, formado pelo grupo de jovens da Igreja Bethel de Redding, em 1999.

O grupo foi criado no intuito de espalhar e ensinar a palavra de Deus, principalmente para os jovens, que, até hoje, têm a mente fechada para o cristianismo, por conta das igrejas tradicionais e o julgamento errôneo de da faixa etária. Kim Walker-Smith, Chris Quilala e Melissa How são os líderes do ministério e do selo Jesus Culture Music.

Jesus-culture-editada

No semestre passado, houve uma turnê aqui no Brasil que passou pelas principais capitais do país. Aqui em São Paulo, o “encontro” (como eles chamam) foi na Igreja Bíblica da Paz, em Santana. Infelizmente não pude ir, por força maior, mas, numa próxima, eu vou.

A playlist da vez é o álbum Your love never fails, de 2005. O nome é baseado na música homônima, inspirado pelo versículo da bíblia onde diz:

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.” 1 Coríntios 13:8-10

E, pudera, esta é minha música favorita.

Algumas igrejas aqui do Brasil tocam músicas do Jesus Culture na parte de louvor. Na Bola de Neve mesmo, tocam uma versão em português da música abaixo (mas como não sei a letra, sempre acabo cantando em inglês):

Espero que gostem (e ouçam)! Digam aqui nos comentários o que acharam ou lá na página do Outtamind. ♥~

E não esqueçam de responder à pesquisa de público!